LUZ CASTAÑEDA
ARTIST-SCIENTIST NEW YORK SÃO PAULO

Cores e ervas dos Orixás no Espaço das Artes da FCM

 

Ervas e seus Orixás de Luzia Castañeda é o encontro da arte e da ciência com a tradição afro-brasileira.  Na série de 16 pinturas, os diferentes níveis de observação são contemplados. Pela observação morfológica, pela microscópica e pela lupa a singela anatomia é revelada. A abertura da exposição aconteceu dia 11, às 12 horas, no Espaço das Artes da FCM.

 

Cada obra foi inspirada na erva consagrada de seu respectivo Orixá. Ferramentas de Orixás, como o arco e a flecha de Oxossi e o machado de Xangô, foram retratadas para composição do contexto. As pinturas foram criadas em painéis de diferentes formatos conforme o elemento ao qual pertence o Orixá da erva consagrada – fogo, terra, água, ar.

 

"Eu comecei uma iniciação mediúnica num terreiro de Umbanda que usa muito as ervas. Como me formei em biologia pela Unicamp e tenho uma afinidade com o reino vegetal, fiquei curiosa em saber como essas ervas funcionam e como se ligam aos Orixás. Tive a inspiração de contar atavés da pintura esse universo da Umbanda", disse Luiza.

 

De acordo com a artista, cada orixá tem mais de uma erva consagrada. Ela escolheu a mais representativa e a fotografou a lâmina de cada planta selecionada em microscópio eletrônico no Laboratório de Anatomia Vegetal do Institutto de Biologia da Unicamp. A artista buscou na intimidade celular de cada planta o axé das forças da natureza para a composição das telas.

"Em alguns lugares eu tenho a visão microscópia, macroscópia e intermediária da planta. Esse foi o jeito que descobri para traduzir esteticamente o trabalho de multidimensionalidade que faço na Umbanda", explicou Luzia.

 

Essa é a primeira vez que Luiza expõem seus trabalhos na Unicamp. Após ercorreu seu próprio "xirê" de criação, ela faz sua oferenda. "É uma forma de retribuir tudo o que aprendi aqui. Eu devo à Unicamp meu lado investigativo e nada melhor do que trazer essa exposição para a FCM que tem a missão de curar, assim como as ervas", disse.

 

A exposição Ervas e sesu Orixás fica até do dia 5 de maio, das 8h30 às 17h30, no Espaço das Artes da FCM, localizado no saguão-sede da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, à rua Tessália Vieira de Camargo, 126, distrito de Barão Geraldo, Campinas, SP. Entrada pelo portão principal da rua Albert Sabin.

 

Sobre a artista

Luzia Castañeda é doutora em Genética e Evolução. Desde 2005 faz cursos de Arte em diferentes ateliês e institutos. Participa de exposições individuais e coletivas no Brasil e no exterior desde 2006. Ganhou o prêmio medalha de Ouro na categoria Instalação com O Jardim de Frida no XXXV Salão de Artes Plásticas Waldemar Belizário, 2012, Ilhabela.

 

VEJA NO LINK http://www.fcm.unicamp.br/fcm/noticias/2015/cores-e-ervas-dos-orixas-no-espaco-das-artes-da-fcm-0?language=en

Please reload

Please reload

Arquivo

07.10.2014

07.10.2014

Please reload

Posts Recentes